Católicos Adoram Imagens?

VeneraçãoInfelizmente, ainda nos dias de hoje, existem pessoas que creem na velha história de que católicos adoram imagens, Nossa Senhora ou os santos. Esta crença errônea está em maior destaque no meio protestante, onde ousam usar de passagens bíblicas para afirmar tais pensamentos diabólicos contrários à Igreja de Cristo.

 Podemos perceber instantaneamente, que as pessoas que mais afirmam isso, não possuem estudo bíblico e teológico suficientes, para provar que existe adoração quando se venera uma imagem sacra. As passagens bíblicas mais comuns para tentar atacar a Igreja Católica são:

 “Não terás outros deuses além de mim. Não farás para ti nenhum ídolo, nenhuma imagem de qualquer coisa no céu, na terra, ou nas águas debaixo da terra. Não te prostrarás diante deles nem lhes prestarás culto, porque eu, o Senhor teu Deus, sou Deus zeloso, que castigo os filhos pelos pecados de seus pais até a terceira e quarta geração daqueles que me desprezam...” (Êxodo 20:3-5)

 “Os ídolos deles, de prata e ouro, são feitos por mãos humanas. Têm boca, mas não podem falar, olhos, mas não podem ver; tem ouvidos, mas não podem ouvir, nariz, mas não podem sentir cheiro; têm mãos, mas nada podem apalpar, pés, mas não podem andar; nem emitem som algum com a garganta.” (Salmos 115:4-7)

 “Para que não vos corrompais, e vos façais alguma imagem esculpida na forma de qualquer figura, semelhança de homem ou mulher; Figura de algum animal que haja na terra; figura de alguma ave alada que voa pelos céus.” (Deuteronômio 4:16-17)

 Estas, entre outras, são as passagens clássicas que são usadas para afirmar uma tal idolatria existente, a maioria deles não leem a bíblia por inteiro, mas decoram estas passagens para poder acusar. Tais exortações condenam SIM a idolatria, a fabricação de imagem de ídolos e falsos deuses, o que não tem nenhuma condição de se comparar tais abominações pagãs, com os santos católicos.

 Tendo por base toda a Sagrada Escritura, vamos nos deparar com proibições de confecção de imagens e aceitação das mesmas, porém, são dois tipos de imagens diferentes, a qual o Criador abomina uma e permite outra. Ele proíbe imagens de ídolos que na época eram cultuados pelos pagãos e permite imagens sacras de ícones, que são apenas uma representação. Vejamos biblicamente as passagens onde Deus permite a confecção de imagens e ornamentos sagrados:

 “Farás também dois querubins de ouro; de ouro batido os farás, nas duas extremidades do propiciatório.” (Ex 25,18)

 "E disse o Senhor a Moisés: Faze uma serpente ardente e põe-na sobre uma haste; e será que viverá todo mordido que olhar para ela. E Moisés fez uma serpente de metal e pô-la sobre uma haste; e era que, mordendo alguma serpente a alguém, olhava para a serpente de metal e ficava vivo." (Nm 21,8-9)

 A própria serpente de bronze foi uma prefiguração de Cristo e ele próprio confirma isto, ou seja a crucificação de Cristo foi representada com uma imagem de cobra:

 “Como Moisés levantou a serpente no deserto, assim deve ser levantado o Filho do Homem,” (João 3, 17)

 Estaria Moisés cometendo idolatria?

 O templo de Salomão:

 “E no oráculo fez dois querubins de madeira de oliveira, cada um da altura de dez côvados.” (I Reis 6, 23)

 “E revestiu de ouro os querubins. E todas as paredes da casa, em redor, lavrou de esculturas e entalhes de querubins, e de palmas, e de flores abertas, por dentro e por fora.” (I Reis, 6, 28-29)

 “E sobre as cintas que estavam entre as molduras havia leões, bois, e querubins, e sobre as molduras uma base por cima; e debaixo dos leões e dos bois junturas de obra estendida.” (I Reis 7, 29).

 “Para o interior do Santo dos Santos, mandou esculpir dois querubins e os revestiu de ouro.” (II Crônicas 3,10)

 Era neste mesmo templo que os apóstolos e Jesus iam para orar:

 "Jesus passeava no templo, no pórtico de Salomão." (João 10,23)

 "Enquanto isso, realizavam-se entre o povo pelas mãos dos apóstolos muitos milagres e prodígios. Reuniam-se eles todos unânimes no pórtico de Salomão."(Atos 5, 12)

 Estariam Jesus e os apóstolos sendo idólatras ao frequentar um templo cheio de imagens de escultura?

 Fica provado, que Deus nunca proibiu a fabricação de imagens e sim de ídolos para a adoração, colocando-os no lugar do próprio Deus. Desmascaramos assim mais uma falsa interpretação protestante.